Pular para o conteúdo
Voltar

Duplicação da Estrada da Guia ganha ritmo após as chuvas

Trabalhos estão ocorrendo em quatro frentes ao longo da via, que terá 4,9 km duplicados; previsão de conclusão é para segundo semestre de 2019
Ivana Maranhão | Secom-MT

- Foto por: Tchélo Figueiredo Secom-MT
A | A

Com o fim do período chuvoso, que se prolongou até o mês de maio de 2019, as obras de duplicação de 4,9 km do perímetro urbano da Rodovia Arquiteto Helder Candia (MT-010), conhecida "Estrada da Guia", ganharam ritmo acelerado e já atingem 75% de execução. No momento, são quatro frentes de trabalho atuando no trecho posterior à trincheira construída no acesso à MT até a rotatória do condomínio Florais. A previsão de conclusão dos serviços é para o segundo semestre deste ano. Os investimentos na obra somam R$ 35,267 milhões.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, disse que a conclusão da duplicação do trecho urbano da MT-010 está entre as prioridades do Governo e vem sendo acompanhada de perto. “Como o período de chuva se alongou um pouco mais, somente agora podemos imprimir um ritmo maior à obra”, afirmou.

De acordo com o projeto, a Estrada da Guia será duplicada entre o entroncamento com a Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), a “Estrada da Chapada”, e o trevo de acesso ao Rodoanel. A obra da MT-010 contempla, além da duplicação, duas pontes sobre o Ribeirão do Lipa, a construção de rotatórias e uma ciclovia no canteiro central. 

Segundo a equipe de engenharia da superintendência de Execução e Fiscalização de Obras I, ligada à Secretaria Adjunta de Obras Rodoviárias (SAOR), da Sinfra, na segunda quinzena de maio, com o fim das chuvas, tiveram início os trabalhos de encabeçamento da ponte sobre o Ribeirão do Lipa, no lado direito da pista no sentido Rodoanel, nas proximidades de um colégio particular. Também foram disparados os serviços no contorno existente na entrada do condomínio Florais, além da terraplanagem no trecho entre o residencial e a entrada do bairro Despraiado, para posterior pavimentação.

As novas pontes em construção na MT-010 estão localizadas uma de cada lado da estrutura atual, que ao final será utilizada para instalação da ciclovia prevista no projeto. As duas juntas têm 36 metros de comprimento e 15 metros de largura.

Os fiscais explicam que a parte estrutural das pontes está concluída e que a partir de maio foi possível começar o encabeçamento. Primeiramente, os trabalhos estão acontecendo na ponte situada no lado direito da pista, com execução do aterro e implantação de uma estrutura de contenção (gabião).

Os operários trabalham ainda na instalação da chamada laje de transição, localizada no acesso à ponte. O material visa evitar turbulência (recalque) dos veículos ao entrarem na estrutura, proporcionando maior conforto aos condutores.

A previsão é que a ponte do lado direito da pista seja concluída até o fim de junho. Após o período, será iniciado o encabeçamento da ponte no lado esquerdo da Estada da Guia.

A fiscalização ressalta que, além das obras de arte, os trabalhos de terraplanagem que culminarão na pavimentação do trajeto posterior a ponte até o condomínio Florais, também já estão acontecendo. Porém, por se tratar de um perímetro urbano, com tráfego de veículos, os serviços são mais compassados. “Não haverá interrupção do trânsito neste trecho, apenas vamos alternar as vias, para evitar transtornos aos motoristas que trafegam nesta região”, explicou o fiscal da obra, o engenheiro José Carlos Ferreira da Silva, citando que a mesma estratégia será empregada na área das pontes.

Ainda segundo a equipe de engenharia, nas proximidades do contorno dos Florais, há uma frente de trabalho. Lá está havendo a troca de materiais existentes, por outros de maior qualidade. A intenção é dar maior segurança e trafegabilidade no local.

Reta final

No trecho, entre o condomínio e o entroncamento do rodoanel, a duplicação já foi concluída, inclusive com a instalação da ciclovia, conforme a fiscalização. No entanto, ainda serão promovidos serviços de reparo no pavimento para melhorar o tráfego. Nesse ponto a iluminação está instalada e funcionando adequadamente.

A fiscalização conclui que o projeto de duplicação da Estrada da Guia (MT-010), que dá acesso ao Distrito da Guia e Rosário Oeste se assemelha muito ao da obra realizada na MT-251, que liga Cuiabá a Chapada. São duas pistas de cada lado, além de um canteiro central com ciclovia e calçadas em cada lado, dando um conceito mais moderno à região.