Pular para o conteúdo
Voltar

Confira como ficou a nova estrutura do COT UFMT

Local possui área construída de 5,4 mil m², com pista de atletismo, campo de futebol e arquibancada com capacidade para receber até 1.500 pessoas
Julia Oviedo | Secom-MT

- Foto por: Marcos Vergueiro/Secom-MT
A | A

Recém-entregue pelo Governo do Estado, o Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso (COT UFMT) possui uma das mais modernas estruturas desportivas, com uma pista de atletismo aos moldes do padrão internacional, estabelecido pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT).

O complexo esportivo possui uma área construída de 5,4 mil m², que além da pista de atletismo com quatro refletores que reforçam a iluminação local, possui um campo de futebol e uma arquibancada com capacidade para receber até 1.500 pessoas.

O local está dividido em três pisos que englobam dois vestiários climatizados – inclusive com uso de placas solares - com espaço destinado a aquecimento dos atletas, uma sala para comissão técnica e uma segunda para apoio médico. Possui ainda oito banheiros, sendo quatro deles com acessibilidade para pessoas com deficiência, bem como elevadores com acessibilidade.

A estrutura comporta ainda seis salas de aula, quatro camarotes, um espaço para lanchonete, sala antidoping, auditório, duas salas de apoio, uma sala técnica, dois depósitos e um mirante.

Retomada

O COT da UFMT deveria ter sido entregue para as obras da Copa do Mundo de 2014, o que, no entanto, não aconteceu. A obra foi retomada pela atual gestão por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), em meados de abril do ano passado e em apenas sete meses foi finalizada.

O investimento ultrapassa os R$ 17 milhões e o término da obra foi possível após uma série de tratativas com a empresa responsável pela obra e a quitação de pagamentos que não vinham sendo feitos desde 2014, bem como a resolução de pendências técnicas realizadas em parceria com a UFMT, responsável pelo projeto do COT.

Para o secretário da Sinfra-MT, Marcelo de Oliveira, a entrega do COT UFMT é fruto de um trabalho conjunto, desenvolvido a partir da prioridade estabelecida pelo governador, com relação às obras que estavam paralisadas.

“Logo nos primeiros dias de gestão, o governador Mauro Mendes deixou muito claro qual era a prioridade neste primeiro ano, que era a retomada das obras paradas. E esta foi uma decisão muito acertada. Junto com a Avenida Parque do Barbado, estamos entregando depois de anos de espera duas obras que beneficiarão muito a população”, finalizou Marcelo de Oliveira.