Pular para o conteúdo
Voltar

Consórcio dá início à segunda fase da construção do novo Hospital Júlio Muller

Em janeiro, teve início a primeira fase, com ordem de serviço para realização dos projetos e estudos. Agora, o governo autorizou a execução das obras da unidade
Sinfra-MT

Novo Hospital Universitário Júlio Muller está localizado no km 16 da rodovia para Santo Antônio do Leverger - Foto por: Marcos Vergueiro/Secom-MT
Novo Hospital Universitário Júlio Muller está localizado no km 16 da rodovia para Santo Antônio do Leverger
A | A

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) assinou ordem de serviço e autorizou o Consórcio JL-MBM a dar início à segunda fase da construção do novo Hospital Universitário Júlio Muller: a da execução das obras. O hospital está localizado no km 16 da MT-040, entre Cuiabá e Santo Antônio de Leverger.

A obra foi dividida em duas fases. A primeira, cuja ordem de serviço foi assinada em janeiro deste ano, previa a realização de estudos e projetos. Nesse período, foram realizados limpeza do local, laudos estruturais e implantação de todo o canteiro de obras, que tem a expectativa de receber entre 600 e 1000 trabalhadores.

Realizada em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a obra está orçada em R$ 207,4 milhões, sendo 50% em recursos próprios do Governo de Mato Grosso, e outros 50% da União.

Com um total de 58,5 mil metros quadrados de área construída em um terreno de 147 hectares, este será o maior hospital de Mato Grosso. A fase de obras, autorizada agora, tem previsão contratual de três anos para sua conclusão.

O projeto prevê a construção de oito blocos, com 228 leitos de internação, 68 leitos de repouso, 63 leitos de UTI, sendo 18 pediátricos e 25 neonatais, além de 12 centros cirúrgicos, 85 consultórios, 45 salas de exame, 21 salas para banco de sangue e triagem.

Histórico

As obras do novo Hospital Universitário Júlio Muller começaram em 2012 e estavam previstas para serem entregues em 2014, antes da Copa do Mundo, quando a unidade serviria de apoio para os visitantes da cidade. Devido ao não cumprimento do cronograma, o contrato com a antiga empresa foi rescindido em 2014, com apenas 9% do projeto executado e a obra permaneceu paralisada desde então.

A atual gestão assumiu todos os projetos do hospital, que precisaram ser refeitos. A licitação foi lançada em maio de 2020 e teve seu resultado publicado em dezembro, com o consórcio JL-MBM sendo declarado vencedor. 

A UFMT será responsável pela gestão do hospital, a partir da sua entrega. Além de atender a população da baixada cuiabana, o novo Júlio Muller terá importante papel para a formação acadêmica na área de saúde.

A retomada das obras do novo Hospital Universitário Júlio Muller faz parte do programa Mais MT, sendo classificada pelo governador Mauro Mendes como uma de suas principais ações e uma virada de página na história de obras paralisadas em Mato Grosso.