Pular para o conteúdo
Voltar

Governo assina ordem de serviço para revitalização da MT-040

Serão recuperados 17,9 quilômetros da rodovia, no trecho entre a rotatória com a Rodovia dos Imigrantes e Santo Antônio
Guilherme Blatt | Sinfra-MT

MT-040, rodovia entre Santo Antônio do Leverger e Cuiabá - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT
MT-040, rodovia entre Santo Antônio do Leverger e Cuiabá
A | A

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) assinou a ordem de serviço para o início das obras de revitalização do asfalto da MT-040, que liga Cuiabá a Santo Antônio de Leverger.

Serão recuperados 17,9 quilômetros da rodovia, no trecho entre a rotatória com a Rodovia dos Imigrantes e o início da zona urbana de Santo Antônio.

As obras serão realizadas nos dois sentidos da pista, totalizando um investimento de R$ 9,012 milhões por parte do Governo de Mato Grosso. A empresa Fratello Engenharia será responsável pelas obras. Além da recuperação do asfalto, está previsto também a limpeza de vegetação e do sistema de drenagem.

O objetivo com a revitalização da MT-040 é garantir a segurança no trânsito para todos os mato-grossenses que se deslocam pela rodovia. Santo Antônio de Leverger é um dos principais destinos turísticos da baixada cuiabana, tanto para os apreciadores da pesca, quanto para aqueles que pretendem conhecer o pantanal de Barão de Melgaço.

Além disso, o Governo de Mato Grosso está construindo o Novo Hospital Universitário, ao longo da rodovia. A unidade hospitalar, que será administrada pela Universidade Federal de Mato Grosso, será uma das maiores do Estado e referência no tratamento de uma série de doenças.

Com a previsão de ser inaugurado em 2024, o novo hospital deve aumentar o trânsito pela MT-040, reforçando a necessidade de um asfalto de qualidade.

Também pensando nisso, a Sinfra-MT está trabalhando para instalar luminárias de LED em todo o trecho da rodovia estadual, entre o perímetro urbano dos dois municípios. Mais de 50% do trabalho já foi executado e a expectativa é que a iluminação seja entregue até o fim do ano. No total, o Estado investe R$ 5,5 milhões nessa obra, realizada pela construtora Nhambiquaras.