Pular para o conteúdo

 

 

SINFRA: 70 anos de história de trabalho por Mato Grosso

 

Com quase 70 anos de história, a atual Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) acumula uma trajetória de trabalho marcada pelo desenvolvimento da infraestrutura de transporte de Mato Grosso, com o firme propósito de garantir acesso aos cidadãos que trafegam pelas estradas do estado.

 

Uma das obras da antiga CER-MTFundada no dia 30 de novembro de 1946 como Comissão de Estradas de Rodagem (CER-MT), conforme Decreto Lei 799/1946, na gestão do então governador José Marcelo Moreira, a sede do órgão governamental começou suas atividades funcionando em um prédio na Rua 13 de Junho, no centro de Cuiabá. A criação da autarquia representou os primeiros passos rumo à melhoria das estradas de Mato Grosso.

 

Após 19 anos de atividades, no dia 07 de setembro de 1966, o órgão deu lugar ao Departamento de Estradas e Rodagens (Dermat). Criada durante o mandato do ex-governador Pedro Pedrossian, a entidade foi pioneira de grandes obras de construção e pavimentação de rodovias no Estado.

 

O órgão passou por fases importantes na história de Mato Grosso, como a ampliação das rodovias federais, a ocupação e a integração da Região Centro-Oeste ao território nacional, sem esquecer também da divisão do Estado de Mato Grosso e criação de Mato Grosso do Sul no dia 11 de outubro de 1977.

 

Após este período de progresso nos investimentos na infraestrutura do Estado entre 1970 e 1980, Mato Grosso chegou a ter um crescimento anual de 6,62%, um número superior ao da Região Centro-Oeste, que registrava alta de 4,05% e do Brasil de 2,48%.

 

Acompanhando o avanço populacional e das obras em rodovias estaduais, a sede passou a funcionar ao lado da Praça Oito de Abril (popular Praça do Choppão), onde atualmente funciona o Ministério Público Federal (MPF).

 

No entanto, com a construção do Centro Político Administrativo do Estado (CPA), a gestão da época deu início às instalações da atual sede, em dezembro de 1984. A inauguração veio a ocorrer no dia 02 de dezembro de 1991, e o prédio foi batizado como Engenheiro Edgar Prado Arze, antigo servidor de carreira do governo.

 

Com a antiga e a nova sede, muitos governadores decidiram, então, manter os padrões de atuação do Dermat durante 26 anos de história do órgão.

 

“Residências”

 

Nesta época, um capítulo à parte, foi a instalação de diversas unidades do departamento – chamadas de Residências - nas mais remotas regiões do Estado. Um alívio para quem antes tinha que gastar horas (ou até dias) para chegar a Capital. Ainda sim, as atividades para que a máquina pública chegasse a toda população era um desafio muito grande.

 

O exemplo desta dificuldade é que nesta mesma época engenheiros de carreira da entidade ficavam meses acampados para fiscalizar e gerenciar as obras nas principais rodovias do Estado.

 

As caminhonetes que transportavam toda equipe levavam cerca de 200 litros de gasolina na caçamba, devido ao fato de não haver postos de combustível em diferentes localidades de Mato Grosso.

 

As condições de trabalho eram bem limitadas. Os engenheiros e toda a equipe de colaboradores ficavam por muitas vezes vulneráveis a doenças como malária, febre amarela, entre outros. O que dificultava ainda mais as atividades em campo.

 

Mas mesmo dormindo em redes, em acampamentos improvisados e convivendo também com as mazelas da natureza, estes verdadeiros ‘desbravadores’ não desviavam o foco de dar o máximo acesso entre as cidades deste grande Estado.

 

Além de superar esta fase com maestria, estes profissionais acumularam muita história para contar, já que grande parte dos servidores de carreira desta época ainda atua na Sinfra, mostrando às novas gerações o melhor que a experiência pode proporcionar.

 

Avanço

 

Depois desta fase triunfal na entidade, os anos passaram, a tecnologia avançou e novos meios de facilitar o atendimento a população foram se aperfeiçoando.

 

Em meio às determinações dos antigos governos, a atual Sinfra foi resultado também da extinção e criação de outros departamentos de infraestrutura e rodagem dentro de Mato Grosso.

 

O início se deu com a extinção do Dermat e do Departamento de Obras Públicas (DOP-MT) – que funcionavam de forma conjunta à época -, e em 16 de janeiro de 1992, por meio do artigo nº 51 da Lei Complementar nº 14. As ações deram origem ao Departamento de Viação e Obras Públicas (DVOP).

 

Durante este período, a atual sede do DVOP, localizada já no Centro Político Administrativo, passou por uma grande reforma que foi entregue em outubro de 1999.

 

Nesta época, o Estado já contava com o crescimento acelerado da população, uma vez que desde o tempo da inauguração do órgão até esta data, o número de cidadãos aumentou mais de 900% em todo Mato Grosso. Além disso, a região já começava a ser destaque de grande importância para a economia nacional. Um verdadeiro boom na história.

 

Com os avanços que refletiam no aprimoramento das estradas, o órgão passou a ter administração direta com o governo do Estado, deixando de ser apenas uma autarquia.

 

Assim, em 1º de setembro de 2001 foi criada a Secretaria de Estado de Transportes (SEET-MT), que absorveu as funções de administrar as rodovias estaduais e os Serviços Públicos do extinto DVOP.

 

Logo em 2004, o órgão estadual passou a ter a nomenclatura Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) pela primeira vez. Mas que, em seguida, em 2010, foi desmembrada para Secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana (SETPU-MT), área rodoviária e Secretaria das Cidades (SECID-MT), demandas de habitação e saneamento. 

 

Na atual gestão, a nomenclatura Sinfra passou a tomar espaço novamente, no entanto, com algumas mudanças.

 

Pensando no órgão que pudesse atender e agregar diversas frentes de trabalho além do rodoviário, como o hidroviário e o ferroviário, a palavra ‘logística’ foi incorporada, dando mais importância a pasta. Além disso, para dar mais direcionamento às demandas no setor urbano dos municípios, como saneamento básico, pavimentação e mobilidade urbana, defesa civil e também as obras da Copa do Mundo, a secretaria foi fundida dando origem a outra pasta governamental. Assim, foi criada a Secretaria de Cidades (Secid-MT), com intuito de atender e prestar serviços à população dentro deste ramo.

 

Com isso, a Secretaria do Estado de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso (Sinfra-MT), que foi criada em janeiro de 2015, continua ativa até os dias atuais transformando a infraestrutura e a logística do Estado com projetos modernos que atendam a necessidade do cidadão.